Isso não é VOÇê.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Devasto Mar de terra ,







tantas varias outras Vezes de forma quase igual vivia eu não Mais , lhi deicho pra trás .
TÃO DIFIÇIL . assim ..

Em mim .

é ti ,

Assim sou , Eu?

calmaria de dia de noite mais não atarde ., durante o mar de terra que cobriam . todas aquelas dementes , incosçientes mentes frageis .

tão pequenos corpos , de grande bOCA, ASSIM SEM ROUPA queimou meu eu .


Eu entraria viveria e aprenderia com o tempo, que só um momento pra mim é pouco louco pouco tempo Meu insensato corrompeu com tão pequeno devasto fardo ,

que o vento de lá trouxe pra cá junto com suas folhas sinais , Vitais a Mim . Assim de verdade quero eu dizer .

Tente entender .

que fumamos i tomamos agua suja , que suamos e compramos vastos som,S QUE ANDAMOS e curamos sua Mina , a vaçina . quiria eu comprar! i eliminar alguem de Mim enfim ASSIM .. queria eu dizer ,

que andei . i mi perdi mais tbm Vi ,

sobre meu pela metade sol . teu sujo lençol qui mi marcou i avisou . a todo o mundo .

Que trazer aflição dentro do peito e dá vida um defeito qui si cura com a razão .

NÃOoo ...



bREnner viNiçius ..


aSSIM ouvi diZeR , !



video